• Terça-feira, 23 de julho de 2024

Confira a melhor forma de terminar o gado durante a seca

Terminar o gado durante o período de seca, garantindo que os animais atinjam o peso ideal para comercialização, pode parecer uma tarefa quase impossível. Felizmente, existem estratégias eficazes para mitigar esses danos e garantir que o gado atinja o peso ideal para o abate; confira

Terminar o gado durante o período de seca, garantindo que os animais atinjam o peso ideal para comercialização, pode parecer uma tarefa quase impossível. Felizmente, existem estratégias eficazes para mitigar esses danos e garantir que o gado atinja o peso ideal para o abate; confira Terminar o gado de forma eficiente durante a estação seca é um desafio crucial para os pecuaristas, que enfrentam condições adversas que impactam diretamente o crescimento e o desenvolvimento dos animais. Com a diminuição da qualidade das pastagens nesse período, torna-se imperativo adotar estratégias de manejo nutricional que garantam o adequado ganho de peso e o acabamento ideal das carcaças. A terminação, fase que antecede o abate dos bovinos de corte, é determinante não apenas para a qualidade da carne, mas também para a rentabilidade da atividade pecuária. Este cenário demanda a implementação de técnicas eficazes, que visam suprir as necessidades nutricionais específicas dos bovinos em terminação. Ao explorar métodos que otimizem a utilização dos recursos disponíveis e minimizem as perdas de peso, os produtores não apenas asseguram a saúde e o bem-estar dos animais, mas também garantem uma produção pecuária sustentável e lucrativa mesmo em condições climáticas desafiadoras.
  • Clique aqui para seguir o canal do CompreRural no Whatsapp
  • Aprovada nova definição de agricultor familiar e empreendedor rural
    Entenda melhor sobre a terminação de bovinos de corte Semiconfinamento é alternativa para intensificar a terminação de bovinos de coA terminação de corte é uma fase essencial na pecuária de corte, onde o objetivo principal é maximizar o ganho de peso dos animais antes do abate. Durante essa fase, os animais são submetidos a uma alimentação mais rica em nutrientes e energia para garantir que atinjam o peso e a qualidade de carcaça ideais para a comercialização. Esta etapa é crucial, pois influencia diretamente o valor de mercado do gado e a rentabilidade do pecuarista. A eficiência na terminação depende de diversos fatores, incluindo a qualidade da alimentação, o manejo adequado e a saúde dos animais. Durante o período de seca, a terminação de corte se torna ainda mais desafiadora devido à diminuição da qualidade das pastagens. Sem uma alimentação adequada, os animais podem perder peso, comprometendo a qualidade da carne e os lucros. Para contornar esses desafios, os pecuaristas podem adotar estratégias como a suplementação mineral, o uso de volumosos ou concentrados, a intensificação do uso de pastagens e a inclusão de grãos na dieta. Essas práticas ajudam a garantir que os animais continuem ganhando peso e mantenham a qualidade da carne, mesmo em condições adversas. Melhores estratégias para terminação durante a seca Melhores estratégias para manejo de gado em estiagens no Norte: Semiconfinamento, confinamento convencional ou terminação intensiva a pasto?Implementar essas estratégias de forma integrada e adaptada às condições específicas de cada propriedade pode fazer a diferença na terminação do gado durante a seca, garantindo a saúde dos animais e a rentabilidade do pecuarista. Suplementação mineral: A suplementação mineral é uma das principais estratégias para garantir o ganho de peso dos bovinos durante a seca. Essa prática envolve a adição de suplementos proteicos e energéticos à dieta dos animais, compensando a deficiência de nutrientes das pastagens. A suplementação mineral melhora a digestibilidade da forragem disponível, proporcionando os nutrientes necessários para o crescimento e engorda do gado. Terminação Intensiva a Pasto (TIP): A Terminação Intensiva a Pasto (TIP) é uma técnica que combina o uso de pastagens com suplementação estratégica para maximizar o ganho de peso dos animais. Utilizando tecnologias específicas, como a adubação e o manejo rotativo das pastagens, o TIP altera os padrões de fermentação ruminal, aumentando a energia disponível para os bovinos. Isso permite a deposição eficiente de gordura, melhorando o acabamento da carcaça. Alimentos volumosos e concentrados: Quando a pastagem não é suficiente, a utilização de alimentos volumosos ou concentrados pode ser uma solução eficaz. Os volumosos, como feno e silagem, são ricos em fibras, enquanto os concentrados, como caroço de algodão, sorgo e soja, são ricos em energia. A escolha entre volumosos e concentrados deve considerar a disponibilidade e os objetivos de engorda, garantindo que os animais recebam uma dieta balanceada que favoreça o ganho de peso. Intensificação do uso de pastagem: A intensificação do uso de pastagem envolve práticas como a alta lotação de animais em piquetes delimitados e o manejo rotativo. Essa abordagem permite uma melhor utilização das forragens disponíveis e o crescimento contínuo da pastagem. Adotar técnicas de adubação e suplementação, além de contar com suporte técnico, pode otimizar os resultados, garantindo que os animais tenham acesso a pastagens nutritivas mesmo durante a seca. Inclusão de grãos na dieta: A inclusão de grãos na dieta dos bovinos é uma estratégia eficaz para aumentar a ingestão calórica e promover o ganho de peso. Em áreas onde a agricultura e a pecuária são integradas, os grãos colhidos podem ser utilizados como uma fonte de alimentação adicional. É importante avaliar a disponibilidade e o custo dos grãos na região para garantir que essa prática seja economicamente viável e contribua para a terminação eficiente dos animais. Importância de criar um pasto reserva Trouw-Nutrition-Pesquisa-inedita-da-UFV-alerta-para-importancia-do-metabolismo-do-figado-no-confinamento-FotoDivulgacaoTrouw
    Foto: Divulgação
    Para enfrentar os desafios da terminação de gado durante a seca, uma estratégia crucial é a criação de um pasto reserva durante o período chuvoso. Essa prática envolve a vedação de uma área específica da pastagem, onde nenhum animal terá acesso. Durante os meses mais úmidos, o capim nessa área pode crescer vigorosamente, acumulando massa e folhagem. À medida que o capim amadurece e seca parcialmente, torna-se uma fonte estratégica de forragem durante a estação seca subsequente, mesmo que sua qualidade nutricional seja mais baixa nesse estágio. A criação de um pasto reserva oferece múltiplos benefícios. Primeiramente, preserva a capacidade produtiva da pastagem principal ao reduzir a pressão de pastejo durante os períodos de crescimento mais intenso. Além disso, proporciona aos pecuaristas uma reserva estratégica de alimento para os animais durante a escassez de recursos naturais. Essa prática não apenas melhora a resiliência do sistema de produção pecuária, garantindo a disponibilidade de forragem em momentos críticos, mas também contribui para a sustentabilidade ambiental ao promover a gestão eficiente dos recursos naturais da propriedade. Suplementação adequada pra seca
    Foto: Divulgação
    Na fase de terminação de bovinos de corte durante a seca, a suplementação adequada desempenha um papel crucial para garantir o ganho de peso necessário e o acabamento ideal dos animais antes do abate. Com a baixa qualidade das pastagens nesse período, é essencial fornecer suplementos que complementem as deficiências nutricionais encontradas na forragem disponível. Geralmente, esses suplementos são formulados para fornecer uma combinação balanceada de proteínas, energia e minerais, adaptados às necessidades específicas dos bovinos em terminação. Os suplementos na fase de terminação podem incluir concentrados com teores elevados de energia (como grãos de cereais) e proteína, além de minerais essenciais para garantir um crescimento eficiente e um acabamento de carcaça adequado. O objetivo é maximizar o ganho de peso diário dos animais, alcançando o peso de abate desejado dentro do prazo estipulado, mesmo em condições de pastagem limitada pela seca. Essa estratégia não apenas promove um desempenho consistente dos bovinos, mas também ajuda a manter a rentabilidade do produtor ao otimizar a conversão alimentar e o uso eficiente dos recursos disponíveis durante períodos desafiadores. Escrito por Compre Rural. VEJA TAMBÉM:
  • Veja o TOP 11 maiores touros de rodeio de Paulo Emilio
  • Quem é a Conforto, empresa fundada pelo “homem de 1 milhão de bois”?
  • ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

    Artigos Relacionados: