• Terça-feira, 25 de junho de 2024

Inmet diz o que esperar do tempo nos próximos dias; Prepare-se

De acordo com o relatório, a combinação de calor intenso e alta umidade deverá resultar em chuvas significativas em diversas regiões do país. A chegada de uma frente fria promete intensificar ainda mais esses volumes, especialmente na segunda semana do período previsto; confira a previsão completa

De acordo com o relatório, a combinação de calor intenso e alta umidade deverá resultar em chuvas significativas em diversas regiões do país. A chegada de uma frente fria promete intensificar ainda mais esses volumes, especialmente na segunda semana do período previsto; confira a previsão completa O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou nesta segunda-feira (10) um informativo detalhado sobre as condições climáticas esperadas para as próximas duas semanas no Brasil. De acordo com o relatório, a combinação de calor intenso e alta umidade deverá resultar em chuvas significativas em diversas regiões do país. A chegada de uma frente fria promete intensificar ainda mais esses volumes, especialmente na segunda semana do período previsto. Previsões para a semana de 10 a 17 de maio Na primeira semana, de 10 a 17 de maio, as áreas da região Norte deverão ser as mais impactadas pelas chuvas. Espera-se que os volumes de precipitação ultrapassem 60 mm, com os maiores acumulados sendo registrados no centro-norte do Amazonas, Pará, Roraima e Amapá. Embora outras áreas da região também devam receber pancadas de chuva, os acumulados serão menores e mais isolados.
  • Clique aqui para seguir o canal do CompreRural no Whatsapp
  • Barrosã: Boi mais bonito do planeta também produz carne premium
    No Nordeste, as chuvas deverão concentrar-se na faixa leste, com destaque para o Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, bem como na fronteira agrícola do Sealba, que abrange partes de Sergipe, Alagoas e Bahia. Nessas áreas, os volumes de precipitação podem superar 40 mm. Adicionalmente, pancadas isoladas poderão ocorrer na faixa norte do Nordeste, desde o Maranhão até o Rio Grande do Norte, enquanto o interior da região deverá permanecer quente e seco. O Centro-Oeste e o Sudeste terão predominantemente tempo aberto, com possíveis chuvas fracas em partes de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. No Sul, a semana começará seca, mas a passagem de uma frente fria a partir do domingo (16) deverá trazer chuvas ao Rio Grande do Sul. Previsões para a semana de 18 a 26 de maio A segunda semana, de 18 a 26 de maio, traz expectativas de chuvas ainda mais significativas em algumas regiões. No Norte, os maiores acumulados de chuva são previstos para o noroeste do Amazonas, norte do Pará, Roraima e leste do Amapá, com volumes chegando a 60 mm. Outras áreas da região deverão registrar acumulados abaixo de 40 mm. Para o Nordeste, a faixa leste continuará a experimentar chuvas significativas, com volumes superiores a 60 mm. No entanto, a maior parte do Sudeste e do Centro-Oeste deve manter o padrão da semana anterior, com tempo quente e seco. Exceções incluem áreas de São Paulo e Rio de Janeiro, que podem receber pancadas rápidas, com acumulados inferiores a 40 mm. No Sul, as previsões são de chuvas mais intensas, com acumulados superiores a 70 mm em Santa Catarina e Paraná, conforme indicado pelo Inmet. Essas previsões indicam que as próximas duas semanas serão marcadas por condições climáticas variadas em todo o Brasil. Enquanto algumas regiões deverão enfrentar chuvas significativas e persistentes, outras continuarão a experimentar tempo quente e seco. A população deve permanecer atenta aos alertas meteorológicos e tomar as precauções necessárias, especialmente nas áreas onde são esperados os maiores volumes de precipitação. Escrito por Compre Rural. VEJA TAMBÉM:
  • Conheça a raça de cavalo mais rápida do mundo
  • Conheça as 5 raças leiteiras mais produtivas do mundo
  • ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

    Artigos Relacionados: