Polícia investiga se corpo achado no Rio é de ex-ator da Record; dois foram presos

Edson Caldas Barboza desapareceu no dia 2 de fevereiro deste ano

Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, prenderam na quinta-feira, 29, dois homens suspeitos de envolvimento com a morte do ator Edson Caldas Barboza, desaparecido desde o dia 2 de fevereiro deste ano. Conforme as investigações, os suspeitos fazem parte de uma associação criminosa especializada na prática de latrocínio - roubo seguido de morte -, e o artista seria uma das vítimas. Um suposto integrante do esquema ainda está foragido.

Preso confessou o crime

Segundo a polícia, o ator foi atraído para um encontro sexual, em Japeri, na Baixada Fluminense. "Chegando ao local, porém, ele foi rendido pelos criminosos, que roubaram relógio e outros objetos pessoais dele, além de terem o obrigado a realizar transferências bancárias. A vítima, então, teria sido levada para um matagal e executada", disse. Um dos integrantes confessou o esquema criminoso na delegacia.

Ainda de acordo com a investigação, depois de cometer o crime, os autores fugiram e levaram o carro do ator. "Além do crime contra o artista, foi constatado que os homens cometeram latrocínio contra outras três vítimas, com o mesmo modo de agir: marcando encontros amorosos", afirmou ainda a polícia.

Na quinta-feira, 29, um corpo com características semelhantes às do artista foi encontrado em Seropédica, na Baixada Fluminense. "A família do ator foi contatada e exames de confronto de perfil genético estão sendo feitos para confirmar se o corpo é mesmo do ator."

A arma utilizada no crime foi apreendida na quinta pelos agentes. As investigações continuam em andamento para identificar o envolvimento de outras pessoas no crime e para prender o terceiro suspeito, já identificado e que permanece foragido.

Entenda o caso

O ator, que participou do elenco de Gênesis, novela da Record, de 2021, está desparecido desde o dia 2 de fevereiro. A última informação obtida pelos familiares é de que o artista teria entrado no carro de um desconhecido na frente de um bar na capital fluminense.

No dia 8 de fevereiro, Jennyfer Vieira, esposa do ator compartilhou um novo desabafo nas redes sociais sobre o sumiço de seu marido. "Ei, vem para casa. Estamos desesperados com a sua ausência! Se você soubesse como o nosso príncipe e a princesinha estão... Está doendo demais vê-los assim."

Anteriormente, ela havia feito outro apelo para encontrar o ator. "Venho mais uma vez pedir ajuda de todos que puderem compartilhar. Já fizemos tudo o que podíamos fazer", escreveu.

Além de Gênesis, o artista também atuou no filme luso-brasileiro O Último Animal, de 2023, do diretor Leonel Vieira. Em 2020, o ator compartilhou uma foto das gravações do longa ao lado da também atriz Gabriela Loran.

Segundo a Record, atualmente, ele trabalhava como entregador de aplicativo. Casado, o ator é pai de dois filhos.

Artigos Relacionados: