Nicolas Prattes e Fernanda Rodrigues avaliam 'Fuzuê'

A trama chega ao fim nesta sexta-feira (1)

"Desculpa qualquer coisa, sei que vocês me amam. Apesar dos berros, de eu mandar calarem a boca, sei que vocês me amam". A frase foi dita pela atriz Lilia Cabral em vídeo gravado nos bastidores de "Fuzuê", na comemoração do fim das gravações, dias atrás.

Se a própria Lilia afirma que tem seus momentos de destempero, quem são as outras pessoas para dizer que não. Mas o fato é que, segundo integrantes do elenco, os berros e broncas da atriz não trouxeram nenhum tipo de incômodo ao dia a dia do trabalho. Pelo menos é o que dizem os atores Fernanda Rodrigues e Nicolas Prattes, dois dos maiores destaques da trama, que chega ao fim nesta sexta-feira (1).

"Se eu puder trabalhar sempre com a Lilia, vou escolher isso; quero trabalhar sempre com ela", diz Prattes. "A gente sabia que o nosso tesouro eram as relações", afirma. Fernanda concorda com ele, diz que adora e admira Lilia, "dona de um trabalho irretocável". Ela pede ainda que não se faça polêmica sobre este assunto. A novela de Gustavo Reiz deixará outras marcas ao se despedir na Globo. Dentre elas, a baixa audiência em São Paulo. A trama deverá terminar com a marca de pior do horário na história, com apenas 19 pontos de média. Confira abaixo a opinião dos atores sobre alguns pontos da novela.

Balanço de 'Fuzuê'

Nicolas Prattes: Para mim, o balanço geral é muito positivo. Enquanto artista e contador de histórias, tudo o que a gente quer é uma trama com um arco poderoso para o público, né? E o Miguel, de longe, foi o personagem que fiz que mais teve mudanças, se compararmos do primeiro ao último capítulo. E fui me desenvolvendo com ele, com as ferramentas que o Gustavo [Reiz, autor] ia dando para a gente. Foi um crescimento gigantesco.

Fernanda Rodrigues: Foi um trabalho que gostei muito de fazer. Estava com saudade de fazer novela e esse retorno com a Alicia foi muito gostoso. Uma personagem cômica, leve, para cima. Já estou com saudades.Audiência baixa
Nicolas: O que eu posso te dizer é que essa novela, de longe, vai ser a novela que eu mais vou sentir saudades porque as relações humanas que se construíram, os laços que a gente construiu ali são muito fortes.

Fernanda: Não tenho essa preocupação mesmo [com ibope]. E acredito que, como atores, não podemos nos guiar por isso. Nossos bastidores sempre foram leves, felizes. Foi um elenco que gostou de estar junto e estava focado para contar aquela história. E sendo muito sincera, o retorno do público na rua sempre foi muito carinhoso, entusiasmado.Principais desafios

Nicolas: O desafio lá no início era de poder imprimir uma dificuldade na fala, uns tiques dele, umas manias do Miguel. Como ele ia se desenvolvendo e conhecendo a Luna (Giovana Cordeiro), houve uma grande virada de chave na vida dele. Ele vai se curando, melhorando e aprendendo a se expressar. Então, fazer isso de maneira orgânica ao longo da novela, para mim, era o meu principal foco e ponto de atenção.

Fernanda: Acredito que o meu desafio era criar essa personagem que tinha tudo para ser caricatural numa pessoa humana e que as pessoas pudessem se identificar com ela. Até nos momentos mais absurdos, existia nela uma coerência, uma verdade.Relação com o público

Nicolas: O que eu mais escuto é que não existe homem como o Miguel ou que todo mundo gostaria de ter um Miguel na vida. Chegou até para mim o resultado de um grupo de discussão falando que a grande maioria casaria com o Miguel. E eu acho que isso é porque a gente demonstrou um homem sensível, um homem romântico e que não tem medo de chorar, não se importa em demonstrar seus sentimentos. Isso é muito bonito.

Fernanda: Não tive uma inspiração específica, mas um pouquinho de várias. O comportamento dela é algo que encontramos em pessoas reais. O público sempre teve muito carinho comigo e com a personagem.Clima nos bastidores
Nicolas: O clima sempre foi maravilhoso. Desde quando nos encontramos pela primeira vez, a gente sabia que o nosso tesouro eram as relações. E isso aconteceu na história da novela e também nos bastidores, nos camarins e atrás das câmeras.

Fernanda: Eu amei trabalhar com todos. E o nosso núcleo sempre foi uma delícia. Fiz novos amigos que sei que ficarão na minha vida. Foi um trabalho coeso, de pessoas que se abraçaram de verdade para estar nesse projeto.'Berros' de Lilia Cabral e pedido de desculpas que viralizou

Nicolas: A Lilia é uma dessas atrizes que a gente precisa tirar o chapéu. Eu, todo dia, aprendia com ela nos bastidores, sabe? E ela, na frente e atrás das câmeras, é um exemplo de profissional. Tanto é que a gente vai se encontrar nas férias. A gente criou uma relação muito legal. Se eu puder trabalhar sempre com ela, eu vou escolher trabalhar sempre com ela.

Fernanda: Eu adoro a Lilia, ela é uma atriz gigante, generosa e muito profissional. Até gostaria de pedir que essa minha resposta não fosse usada para alimentar uma polêmica, porque eu a admiro e a acho dona de um trabalho irretocável.Último capítulo

Nicolas: O público pode esperar um final feliz. O nosso autor prometeu que não queria que ninguém tivesse gatilho e ele cumpriu. As pessoas vão ter o que elas merecem, elas vão colher o que elas plantaram, isso é um fato. E o Miguel vai ter uma grande surpresa no final e realizar um grande sonho também.

Fernanda: Ah, mas isso seria um spoiler (risos). Só o nosso autor poderia responder. Mas eu acho a minha personagem tão querida... Torço para ela se realizar.

Artigos Relacionados: