• Terça-feira, 25 de junho de 2024

Alerta da defesa civil sobre possíveis temporais: confira

A população catarinense precisa manter vigilância nos próximos dias, pois o estado enfrenta desafios significativos devido a fenômenos climáticos.

A população catarinense precisa manter vigilância nos próximos dias, pois o estado enfrenta desafios significativos devido a fenômenos climáticos. Com 71 cidades em estado de emergência, Santa Catarina está prestes a enfrentar novos temporais e uma frente fria ao longo da semana. Segundo comunicado emitido pela Defesa Civil estadual nesta segunda-feira (20), após um dia de clima estável, espera-se que a condição meteorológica se torne instável a partir de terça-feira (21). Para hoje, estão previstas chuvas fracas e isoladas no leste catarinense, enquanto amanhã a combinação de calor e umidade favorecerá a ocorrência de temporais isolados, especialmente na divisa com o Rio Grande do Sul. Apesar do solo ainda estar encharcado e, consequentemente, instável em algumas áreas do estado, os especialistas da Defesa Civil consideram baixo o risco de novas ocorrências causadas pelas chuvas desta terça-feira. No entanto, entre quarta-feira (22) e quinta-feira (23), uma nova frente fria poderá desencadear temporais, aumentando a possibilidade de alagamentos, deslizamentos, enxurradas, destelhamentos e danos à rede elétrica, principalmente na região do Grande Oeste catarinense, onde as precipitações podem atingir entre 70 mm e 130 mm. Com os níveis dos rios elevados e o solo saturado, a Defesa Civil alerta para o alto risco de inundações nas bacias hidrográficas nas regiões do Grande Oeste, Vale do Itajaí e Planalto Sul, onde o perigo de alagamentos e enxurradas é considerado muito alto. Na sexta-feira (24), espera-se que um sistema de alta pressão avance pelo estado, proporcionando tempo firme com variação de nuvens nas regiões próximas à divisa com o Rio Grande do Sul. Nas demais áreas, ainda há a possibilidade de chuvas fracas. O final de semana provavelmente será marcado por tempo nublado e temperaturas amenas, com chance de pancadas de chuva isoladas, especialmente nas áreas de divisa com o Paraná. Além das condições meteorológicas desfavoráveis, a Defesa Civil autorizou a abertura das comportas da Barragem Oeste, em Taió, como medida para controlar o volume d’água. Onze municípios decretaram estado de calamidade pública devido às ocorrências climáticas, incluindo inundações e deslizamentos. Tragédias já foram registradas, com duas mortes em Taió e outra em Palmitos, além de milhares de pessoas desalojadas em todo o estado. VEJA MAIS:
  • Cargill alcança ranking: a maior empresa privada dos EUA
  • 2ª Agroshow Caparaó Capixaba: mais de 170 animais de excelência
  • ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Ana Gusmão sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

    Artigos Relacionados: